Domingo, 7 de Setembro de 2008

Jerry Seinfeld no lado negro da Força

Depois de ter feito alguns anúncios para a Apple, Jerry Seinfeld passou-se para o lado negro e agora faz anúncios televisivos para a Microsoft. O primeiro de muitos episódios já está disponível, só falta fazerem também uma pequena explicação do anúncio, porque a maior parte das pessoas que já o viu, não percebeu a mensagem que queriam passar (se é que existia alguma).

 

 

 

 


publicado por brunomiguelqueiros às 23:36
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 4 de Setembro de 2008

Fim do mundo marcado para o final deste ano

Ao que parece o fim do mundo já tem data marca, será lá para o final deste ano, com um primeiro teste no dia 10 deste mês de Setembro. Os autores de tal façanha são os responsáveis pelo CERN - Comissão Europeia para a Pesquisa Nuclear, que criaram uma máquina capaz de criar buracos negros, o problema estará na possibilidade (ainda que ínfima) de o buraco negro se tornar instável e não poder ser controlado, sugando assim todo o planeta Terra.

  

 

"O Novo Super Acelerador de Partículas do CERN, o LHC: Uma fábrica de Buracos Negros e uma Máquina do Juízo Final?

 

 

Um artigo da BBC indica que a Terra pode enfrentar agora uma nova ameaça… Para além do Aquecimento Global, da fome provocada pela alta dos preços do alimentos, do sempre possível conflito nuclear e de um impacto de um asteróide, parece que segundo a BBC existe também uma possibilidade - remota - mas ainda assim uma possibilidade que o LHC (“Large Hadron Collider”) o Super ciclotrão que está a ser construído na Europa possa criar um… Buraco Negro não-evaporante capaz de engolir toda a Terra e até talvez o nosso Sistema Solar.

Havendo – como há – uma possibilidade teórica que este imenso acelerador de partículas forme um buraco negro, não deveria tal instrumento científico ser banido da Terra, e colocado onde não pode fazer mal, isto é, fora do próprio Sistema Solar? Será que devíamos estar a construir este engenho enquanto não temos ainda tecnologia para o fazer em total segurança, além do Sistema Solar? Na verdade, já corremos um risco idêntico no passado… Quando o primeiro reactor nuclear foi construído na Universidade de Chicago sabia-se que os reactores moderados por grafite (não por água pesada, como actualmente) podiam ficar instáveis a baixas energias e… explodir como uma pequena bomba nuclear. Na época, tal não aconteceu, por mero acaso e baixa probabilidade… mas estaremos agora novamente a desafiar o destino, só que numa escala imensamente superior? Este risco foi levantado pela primeira vez por Sir Martin Rees a propósito não do LHC, mas a propósito de outro acelerador, o RHIC. Na altura, o físico estimou que essa possibilidade fosse de 1 em 15 milhões. Mais tarde, o professor Frank Close avaliou que um stranglet (outra forma exótica de matéria) poderia ser criado com a mesma probabilidade de alguém ganhar a lotaria 3 vezes seguidas, em 3 semanas seguidas… Improvável… Mas possível, temos que admitir.

 

Resto da notícia


publicado por brunomiguelqueiros às 17:31
link do post | comentar | favorito

Mulher desaparecida em Agrelos

Desapareceu em Agrelos, concelho de Alijó, Maria Cristina Monteiro, com 1.50 m de altura, possui uma mancha acastanhada na face esquerda, na altura do desaparecimento vestia casaco azul escuro, camisa castanha, calcas cinzentas e botas pretas.

 

Qualquer informação acerca do desaparecimento pode ser comunicado à Polícia Judiciária pelo número de tlefone 259 321012.
 


publicado por brunomiguelqueiros às 15:44
link do post | comentar | favorito

Mais uma pérola

 

O Estado vai indemnizar Paulo Pedroso.

 

Paulo Pedroso vai receber 100 000€ de todos nós por uma alegada prisão ilegal. Num caso sem precedentes em todo o mundo, a justiça portuguesa, conseguiu num único caso encontrar apenas vítimas dos dois lados, e não encontrou culpados pelos abusos sexuais que foram vítimas várias crianças da Casa Pia.

 

Será caso para dizer: "Vale e Azevedo, aproveita, que a seguir podes ser tu", e quem paga todo este circo? Os mesmos palhaços de sempre, todos os portugueses, e é bem caso para dizer, da próxima vez que pagar os meus impostos: "Estou a meter mais uns euros no cú das criancinhas"

 

Sentença da primeira instância


publicado por brunomiguelqueiros às 01:52
link do post | comentar | favorito

Câmara de Alijó mantém-se a pior pagadora do distrito nas obras públicas

 

Câmara de Alijó mantém-se a pior pagadora do distrito nas obras públicas

 

Revela comunicado do PSD de Alijó

 

A Câmara Municipal de Alijó continua na lista negra dos piores pagadores a nível nacional, mantendo-se como a pior do distrito de Vila Real nos pagamentos às empresas de construção.

Os dados aparecem no mais recente relatório semestral da Primavera de 2008, da FEPICOP (Federação Portuguesa dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas).

Neste relatório, a Câmara de Alijó aparece com um prazo médio de pagamento de 9 a 12 meses, apesar de o prazo máximo legal estabelecido para as obras públicas ser de dois meses (44 dias úteis), mantendo-se a tendência dos períodos anteriores. Segundo os dados da FEPICOP, pelo menos desde o Outono de 2005 que a Câmara de Alijó se mantém como uma das piores pagadoras do país nas obras públicas.

Como é referido naquele relatório, estes atrasos nos pagamentos levam a um estrangulamento financeiro das empresas de construção, um sector responsável por cerca de 11% do emprego em Portugal.

Esta situação agrava-se tratando-se de um concelho do interior e de empresas construtoras da Região, de menor dimensão e com menos capacidade para aguentar estes atrasos de pagamento, o que põe em causa a sua própria subsistência e a dos seus postos de trabalho.

Os atrasos nos pagamentos da Câmara de Alijó, não se verificam apenas nas obras públicas: Recentemente, foi conhecido outro relatório da DGAL (Direcção Geral das Autarquias Locais), relativo ao quarto trimestre de 2007, mostrando que o prazo médio de pagamento a fornecedores por parte da Câmara de Alijó é de 219 dias, muito superior à média nacional.

Acrescem ainda os muitos atrasos em pagamentos a Juntas de Freguesia e associações do concelho, como bombeiros e Centros Sociais, criando muitas dificuldades ao funcionamento destas instituições.
Esta é a realidade da governação do executivo liderado pelo socialista Artur Cascarejo, cuja incompetência levou a Câmara Municipal à actual situação de “falência técnica”.

 

Fonte


publicado por brunomiguelqueiros às 00:43
link do post | comentar | favorito

Mete a corda

 

Presos incentivaram enforcamento de Pedroso

«Mete a corda!» Foi esta a frase que Paulo Pedroso mais ouviu no primeiro dia de reclusão.

"Mete a corda!" Foi esta a frase que Paulo Pedroso mais ouviu no primeiro dia de reclusão, quando saiu da cela para o pátio do Estabelecimento Prisional de Lisboa, onde esteve detido desde Maio de 2003, e durante quatro meses, avança o PortugalDiário.
Pedroso estava acusado de crimes de abuso sexual de menores no âmbito do processo Casa Pia.

Este apelo ao enforcamento feito por outros presos, o receio pela sua vida que lia nas cartas anónimas que recebeu e todo o sofrimento que passou na cela foram descritos no processo de pedido de indemnização em que solicitava ao Estado cerca de 600 mil euros por danos morais e patrimoniais.

O juiz foi sensível e deu-lhe razão, fixando-lhe uma indemnização de cem mil euros por danos morais, acrescida de outra por danos patrimoniais no valor de 31 mil euros - um total de 131 mil euros mais juros.

Um valor recorde em Portugal, cujo montante o Ministério Público vai recorrer.

As razões: "Por se ter visto arredado durante quatro meses e meio do seu ambiente pessoal, familiar e profissional e da própria liberdade de viver"; porque "em cada pessoa que contacta, pressente sempre a hipótese de, no espírito de cada uma delas se aventar a dúvida sobre a justeza da sua prisão (...). O que lhe causa angústias, sofrimentos, pesadelos e depressões que lhe destroem a alegria de viver e o entusiasmo com que sempre, antes de tal acontecer, encarava o presente e o futuro".

O impacto noticioso que a sua detenção teve - esteve preso preventivamente durante 135 dias -, causou ao socialista, ao que tudo indica, problemas de saúde.

"Durante cerca de meio ano houve noticiários quotidianos, à escala mundial, sobre a sua prisão", lê-se. Foi-lhe diagnosticada uma depressão nervosa, para a qual teve de ter acompanhamento psiquiátrico e recorrer a anti-depressivos.

Também foi clinicamente obrigado de duplicar a dose do medicamento para hipertensão, doença que já sofria.

No texto da sentença lê-se ainda que teve "crises de ansiedade, que lhe provocaram tremores das mãos, notados pelas suas visitas".

Para além da saúde, as relações familiares foram também afectadas, nomedamente com a filha, na altura com 5 anos, e com o sobrinho, de 4.

"Sobre as crianças incidiu um perigo emocional que teve que ser combatido com a sua retirada da escola nas semanas subsequentes à detenção, pois tiveram de suportar os 'nomes feios' que, na linguagem de crianças, alguns colegas lhes dirigiram"

O ex-número dois do PS, tinha a guarda conjunta da filha que teve num anterior casamento, a qual foi "foi materialmente impedido de exercer entre Maio e Outubro de 2003".

 

Fonte


publicado por brunomiguelqueiros às 00:23
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Setembro de 2008

Google Chrome - o browser do Google

Mais um produto Google, desta vez um browser que vai combater lado a lado, com os já existentes Firefox e Internet Explorer.

As novidades e melhorias em relação aos já existentes são muitas, e algumas das suas características são:

 

Browser open source;

Utilizar o motor webkit (muito mais rápido que os outros);

Mult-threads (ao contrário do single thread que é o que existe até ao momento);

Vários processos, várias threads javascripts;

Não há fragmentação ao utilizar os tabs;

Garbage colector, etc...

 

Podem ver mais informações aqui http://www.google.com/googlebooks/chrome/#

 

Ou fazer o download de uma versão experimental e em inglês aqui 

http://www.google.com/chrome

 

tags: ,

publicado por brunomiguelqueiros às 20:52
link do post | comentar | favorito

Mais uma pérola

"QUE VERGONHA DE PAÍS

Mais uma golpada - Jorge Viegas Vasconcelos despediu-se da ERSE


Mais uma Golpada - ERSE

Era uma vez um senhor chamado Jorge Viegas Vasconcelos, que era presidente de uma coisa chamada ERSE, ou seja, Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, organismo que praticamente ninguém conhece e, dos que conhecem, poucos devem saber para o que serve.

Mas o que sabemos é que o senhor Vasconcelos pediu a demissão do seu cargo porque, segundo consta, queria que os aumentos da electricidade ainda fossem maiores. Ora, quando alguém se demite do seu emprego, fá-lo por sua conta e risco, não lhe sendo devidos, pela entidade empregador, quaisquer reparos, subsídios ou outros quaisquer benefícios.

Porém, com o senhor Vasconcelos não foi assim. Na verdade, ele vai para casa com 12 mil euros por mês - ou seja, 2.400 contos - durante o máximo de dois anos, até encontrar um novo emprego. Aqui, quem me ouve ou lê pergunta, ligeiramente confuso ou perplexo: «Mas você não disse que o senhor Vasconcelos se despediu?».

E eu respondo: «Pois disse. Ele demitiu-se, isto é, despediu-se por vontade própria!».

E você volta a questionar-me: «Então, porque fica o homem a receber os tais 2.400contos por mês, durante dois anos? Qual é, neste país, o trabalhador que se despede e fica a receber seja o que for?».

Se fizermos esta pergunta ao ministério da Economia, ele responderá, como já respondeu, que «o regime aplicado aos membros do conselho de administração da ERSE foi aprovado pela própria ERSE». E que, «de acordo com artigo 28 dos Estatutos da ERSE, os membros do conselho de administração estão sujeitos ao estatuto do gestor público em tudo o que não resultar desses estatutos».

Ou seja: sempre que os estatutos da ERSE foram mais vantajosos para os seus gestores, o estatuto de gestor público não se aplica.

Dizendo ainda melhor: o senhor Vasconcelos (que era presidente da ERSE desde a sua fundação) e os seus amigos do conselho de administração, apesar de terem o estatuto de gestores públicos, criaram um esquema ainda mais vantajoso para si próprios, como seja, por exemplo, ficarem com um ordenado milionário quando resolverem demitir-se dos seus cargos. Com a bênção avalizadora, é claro, dos nossos excelsos governantes.

Trata-se, obviamente, de um escândalo, de uma imoralidade sem limites, de uma afronta a milhões de portugueses que sobrevivem com ordenados baixíssimos e subsídios de desemprego miseráveis. Trata-se, em suma, de um desenfreado, e abusivo desavergonhado abocanhar do erário público.

Mas voltemos à nossa história. O senhor Vasconcelos recebia 18 mil euros mensais, mais subsídio de férias, subsídio de Natal e ajudas de custo. 18 mil euros seriam mais de 3.600 contos, ou seja, mais de 120 contos por dia, sem incluir os subsídios de férias e Natal e ajudas de custo.

Aqui, uma pergunta se impõe: Afinal, o que é - e para que serve - a ERSE?

A missão da ERSE consiste em fazer cumprir as disposições legislativas para o sector energético.

E pergunta você, que não é burro: «Mas para fazer cumprir a lei não bastam os governos, os tribunais, a polícia, etc.?». Parece que não. A coisa funciona assim: após receber uma reclamação, a ERSE intervém através da mediação e da tentativa de conciliação das partes envolvidas. Antes, o consumidor tem de reclamar junto do prestador de serviço.

Ou seja, a ERSE não serve para nada. Ou serve apenas para gastar somas astronómicas com os seus administradores. Aliás, antes da questão dos aumentos da electricidade, quem é que sabia que existia uma coisa chamada ERSE? Até quando o povo português, cumprindo o seu papel de pachorrento bovino, aguentará tão pesada canga? E tão descarado gozo? Politicas à parte estou em crer que perante esta e outras, só falta mesmo manifestarmos a nossa total indignação.



Já agora façam lá o favorzinho de reenviar para a V/ lista de amigos, pelo menos sempre se fica a saber de coisas importantes que retiram toda a credibilidade a esta cambada de MALANDROS deste País que de País só começa a figurar o nome.


QUE VERGONHA DE PAÍS."

.

música: Pleasure Pursuit, Thanatoschizo

publicado por brunomiguelqueiros às 16:58
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Resposta a Maite Proenca

. We can a portuguesa!

. Alvo completo - Sabrosa

. Ora venha de lá esse voti...

. Slackware -Current e o no...

. Tornar Kde 4.X.X mais ráp...

. Frases

. Funcionamento do Google S...

. Momento Zen do dia

. Gnome 3

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds