Sábado, 26 de Setembro de 2009

Tornar Kde 4.X.X mais rápido

Com a entrada do KDE 4, tivemos também uma nova aplicação para gerir o desktop: o plasma. Especialmente em pc's antigos, o plasma pode ser um pouco lento, para isso há uma dica que aumenta um bom bocado a performance desta aplicação.

 

Para KDE 4.2.x:

 

  1. alt + f2
  2. kquitapp plasma
  3. alt+f2
  4. plasma-graphicssystem raster

Para KDE 4.3.x:

 

  1. alt + f2
  2. kquitapp plasma-desktop
  3. alt+f2
  4. plasma-graphicssystem raster

 

 

 

 

Experimentem e digam o que acham...

 

Retirado daqui

 

tags: , ,

publicado por brunomiguelqueiros às 21:23
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 5 de Agosto de 2009

KDE 4.3.0 Caizen - Já disponível!

Já saiu a nova versão do KDE, apelidade de Caizen, filosofia japonesa, que se foca numa contínua melhoração em todos os aspectos da vida, refletindo assim a maneira de trabalhar da equipa do KDE.

As 3 grandes melhorias nesta versão são:

 

  • Plasma, o Desktop Interface do KDE e Kwin, a janela do KDE e o compositing manager estão agora a trabalhar de uma forma mais coesa. Os efeitos do Desktop e a shell do  plasma partilham agora os mesmos temas, agora é também possível ter diferentes conjuntos de Plasma widgets e wallpapers virtuais em cada área de trabalho. O novo tema Air tem um aspecto diferente. É muito mais leve que o oxigênio tema, que ainda está disponível através do Desktop na janela de diálogo Configurações.

 

  • Nas aplicações, os utilizadores do KDE 3 irão gostar da nova vista em árvore nas Configurações do sistema, que se assemelha muito ao Kcontrol do KDE 3. Dolphin, o gestor de ficheiros do KDE, mostra agora pré-visualizações de imagens contidas num diretório bem como uma superposição para o ícone do diretório. Colocar o rato sobre ele mostra um slideshow das imagens no diretório que o ícone representa.

 

 

  • A plataforma de desenvolvimento do KDE, tornou-se mais estável, mais eficaz, simples e ao mesmo tempo mais completo. Para os developers das applets Plasma, existe agora um plugin Geolocation que permite a consulta da localização actual. Isto é utilizado na applet OpenDesktop para mostrar às pessoas perto de si. A nova biblioteca PolicyKit do KDE fornece um mecanismo de aplicações para autorizar certas acções com base em perfis. Uma API estilo KDE  torna segura e fácil de elevar temporariamente privilégios para uma aplicação.

 

 

 

http://blip.tv/file/get/Jospoortvliet-KDE43DesktopWorkspaceDemo820.ogv

 

 

 

Fonte: http://kde.org/announcements/4.3/ 

 

Vídeo disponível em: http://blip.tv/file/2428228

música: chinezinha linda - Ena Pá 2000

publicado por brunomiguelqueiros às 12:15
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 14 de Março de 2009

Mapa interactivo do Kernel do Linux

E que tal navegar pelo kernel do Linux como no Google Maps?

 

http://www.makelinux.net/kernel_map#sd

tags: ,

publicado por brunomiguelqueiros às 22:21
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 3 de Janeiro de 2009

Bootchart

Hoje encontrei um programa bastante útil, para quem se preocupa para os tempos de arranque do Gnu/Linux.

O Bootchart é uma ferramenta que analizar a performance e para visualizar o processo de arranque do Linux. Esta informação é recolhida e depois renderizada num gráfico PNG, SVG ou EPS.

 

Para instalar basta ir á página do Bootchart, fazer o download da source, e correr o script install.sh.

De seguida é necessário instalar o Apache-Ant, mas esta informação vem toda contida no ficheiro INSTALL.

 

O resultado que se consegue após a utilização do Bootchart, é algo deste género:

 


publicado por brunomiguelqueiros às 21:48
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 23 de Dezembro de 2008

Cábulas úteis ou Usefull Cheat Sheets

 

 

Uma das últimas "modas" que encontrei pela net, são as Cheat Sheets ou Cábulas. Basicamente são sites, documentos ou até mesmo wallpapers, com um conjunto reduzido de informação sobre um determinado assunto.

Dá sempre jeito ter à mão, ou no ecrã, os comandos mais utilizados no Linux, VI ou PHP (Java, etc.)

 

Deixo aqui 2 links, que contém quase todas as cheat sheets que a maioria das pessoas precisa, bem como as minhas preferidas:

 

The One Page Linux Manual

 

 

VIM 

 

 

CSS

 

PHP

 

 

GIMP

 

Ruby On Rails

 

 

MySQL

 

 

FireFox

 

 

HTML

 

Apache

 

Oracle

 

Java

 

Gmail

 

 Wallpaper

 

 

Cheat Sheet Round UP

 

Added Bytes


publicado por brunomiguelqueiros às 17:35
link do post | comentar | favorito
|

Christmans Desktop Modding

E como é Natal, aqui ficam alguns wallpapers e temas para colocar o seu Linux, com um aspecto mais natalício.

 

Wallpapers

 

 

 

Temas KDE

 

 

 

Fonte


publicado por brunomiguelqueiros às 12:34
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 13 de Dezembro de 2008

Slackware 12.2

 

Já saiu a nova versão da melhor distribuição de Gnu/Linux alguma vez criada, o Slackware Linux.

A nova versão não traz o KDE 4 (pelo simples facto de as próprias pessoas que o desenvolvem, dizerem que ainda não está o maduro suficiente), mas traz outras novidades:

 

  • Suporte total a kernel 2.6 (já bem "afinado" para se tirar o maior proveito dela);
  • Xfce 4.4.3 e KDE 3.5.10 ( a última versão do KDE 3);
  • Foi adicionado suporte ao HAL, o que permite que o administrador adicione os utilizadores aos grupos de cdrom e plugdev, para que desta forma a detecção e montagem de dispositivos USB, apareçam de forma automática, sem que seja preciso o sudo ou comandos de montar.

Existem muitas mais novidades, as quais podem ser lidas na totalidade no anúncio oficial.

 

Quem quiser fazer o download pode fazê-lo aqui.

 

Quem já tiver o Slackware 12.1 (tal como eu) e quiser fazer o upgrade para o 12.2, basta seguir estas instruções:

 

" Before you begin, I would strongly recommend making a backup of your
system, or, if not the entire system, at least the /etc directory.  You
might find that you need to refer to a few things after the upgrade
process is complete. Back it up, or take your chances.

OK, now that everything is safely backed up, let's proceed. :-)

To do this, you'll need the Slackware 12.2 packages.  If these are on a CD,
create a new directory to mount the CD on so that it doesn't get in the way
during the upgrade:

mkdir /packages
mount /dev/cdrom /packages

The packages don't have to be on a CD-ROM, as an alternative you could
copy the slackware directory (the one with the various package
subdirectories in it, basically the "slackware" directory from the install
CD) to someplace like /root/slackware/.  The important thing is that you
know where the slackware packages directory is.  We'll use /root/slackware
in the following examples.


0.  Put your machine in single-user mode:
    telinit 1

    Note that this is _not_ strictly required, and there have been reports
    of success remotely upgrading machines that are still in multiuser
    mode.  However, more things can do wrong in multiuser, so especially
    if you're considering a remote upgrade in multiuser mode, you might
    want to clone the machine locally so that you can do a test run to
    uncover any problem areas and come up with workarounds for them.


1.  Upgrade your glibc shared libraries.  This is important, or things
    might go haywire during the first part of the upgrade:

    upgradepkg /root/slackware/a/glibc-solibs-*.tgz


2.  Upgrade your package utilities:

    upgradepkg /root/slackware/a/pkgtools-*.tgz


3.  Upgrade everything else (and install new packages):

    upgradepkg --install-new /root/slackware/*/*.tgz

    If you wish to upgrade everything except for the KDEI language
    packs for KDE (these take a lot of space and can be dealt with
    after the main upgrade more quickly and easily), running this
    script in the "slackware" directory will do the trick:

    #!/bin/sh
    for dir in a ap d e f k kde l n t tcl x xap y ; do
      ( cd $dir ; upgradepkg --install-new *.tgz )
    done


4.  Make sure your system will boot.  First, be sure your initrd is up
    to date (if you use one).  If you use LILO, make sure the paths in
    /etc/lilo.conf point to a valid kernel and then type 'lilo' to
    reinstall LILO.  If you use a USB memory stick to boot, be sure to
    copy the new kernel to it in place of the old one.

5.  Remove obsolete packages.  The CHANGES_AND_HINTS.TXT file should have a
    list of these.  You may also wish to go into /var/log/packages and take
    a look at the package list:

    ls -lt | less

    You may spot some old, obsolete, or discontinued packages.  If so,
    you can remove these using 'removepkg'.


6.  Fix your config files.  Some of the config files in /etc are going to
    need your attention.  You'll find the new incoming config files on
    your system with the ".new" extension.  You may need to fill these in
    with information from your old config files and then move them over.

    Feel brave?  You can use this little script to install most of the
    .new config files in /etc.  If you've made any local changes you'll
    need to add them to the newly installed files.  Your old config files
    will be copied to *.bak.  Anyway, it might be an easier starting
    point.  Here it is:

     #!/bin/sh
     cd /etc
     find . -name "*.new" | while read configfile ; do
       if [ ! "$configfile" = "./rc.d/rc.inet1.conf.new" \
         -a ! "$configfile" = "./rc.d/rc.local.new" \
         -a ! "$configfile" = "./group.new" \
         -a ! "$configfile" = "./passwd.new" \
         -a ! "$configfile" = "./shadow.new" ]; then
         cp -a $(echo $configfile | rev | cut -f 2- -d . | rev) \
           $(echo $configfile | rev | cut -f 2- -d . | rev).bak 2> /dev/null
         mv $configfile $(echo $configfile | rev | cut -f 2- -d . | rev)
       fi
     done


7.  If you use a non-en_US language pack for KDE and you already have it
    installed, then you may upgrade it by moving into the slackware/kdei
    directory and using this command:

    upgradepkg --install-new k*<your KDE locale>*tgz

    To have upgradepkg cycle through all of the available packages, and
    see which ones need to be upgraded, use this in slakckare/kdei:

    upgradepkg *tgz

    If your language has been added to KDE since Slackware 12.1, you'll
    need to install it using installpkg, or upgradepkg --install-new.
  
    Typically you'll need to make sure that you have installed the
    slackware/kdei packages for kde, koffice, and k3b (if you use those).


8.  Return to multi-user mode:
    telinit 3


At this point you should be running Slackware 12.2.  :-)

I wish everyone good luck with this!

---
Patrick Volkerding "

 

 



UPGRADE.TXT

 


publicado por brunomiguelqueiros às 17:37
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 7 de Dezembro de 2008

Grubo - Erro 17

 

Por vezes o GRUB dá erros, e não permite iniciar o sistema. Um destes erros é o famoso Erro 17.

 

Para resolver esta situação, podemos tentar o seguinte:

 

1 - Iniciar o computador com um LiveCD do Linux, pode ser o do Ubuntu;

 

2 - Numa consola fazer mount /dev/hdaX /mnt

 

3 - chroot /mnt

 

4 - mount -t proc /proc proc

 

5 - grub-install /dev/hda –root-directory=/mnt

 

Obs: em hdaX, X corresponde ao número da partição onde o Linux está instalado. Também poderá ser sd em vez de hd. Para saber qual é, faça: fdisk -l


publicado por brunomiguelqueiros às 17:20
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Novembro de 2008

Google Chrome para Linux ou OS X

 

aqui tinha falado do Rei dos Browsers, o Google Chrome. A verdade é que ainda não há uma versão para Linux, mas dá para transferir a source e compilá-lo nos nossos computadores.

 

As instruções para fazer tal façanha estão aqui:

 

http://code.google.com/p/chromium/wiki/LinuxBuildInstructions

 

Existem ainda algumas dicas, para tornar o Chrome mais rápido:

 

http://code.google.com/p/chromium/wiki/LinuxFasterBuilds

 

 

É engraçado verificar, o plano de ataque do Google para o Linux, ou seja, que projectos é que os devs do Google andam a trabalhar:

 

Linux Attack Plan

 

 

As instruções para o Mac OS X estão aqui:

 

http://code.google.com/p/chromium/wiki/MacBuildInstructions


publicado por brunomiguelqueiros às 15:03
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Outubro de 2008

[Tutorial] Instalação placa Atheros AR242X no Gnu/Linux

   

 

Depois de ter sentido na pele o que é instalar esta placa no Gnu/Linux, e de ter visto a quantidade de pessoas com dificuldades a instalar a mesma, decidi fazer aqui um pequeno tutorial, sobre como instalar esta placa (e outras) no Gnu/Linux. Ao que parece existem não 3 soluções como tinha dito no post anterior, mas sim 4, sendo que  o Madwifi adicionou um driver novo para as placas novas tal como a minha as AR2425. Visto que a minha distribuição é o Slackware, vou deixar aqui as instruções para a minha distro, para as restantes o procedimento é igual.

 

  • Instalação do kernel 2.6.27 e utilização do driver nativo da Atheros
  1. Fazer o download da versão 2.6.27 no site aqui (www.kernel.org)
  2. Copiar o ficheiro para /usr/src: #cp linux-2.6.27.tar.bz2 /usr/src
  3. Descomprimir o ficheiro: #tar -zxvf linux-2.6.27.tar.bz2
  4. Configurar o kernel: #make menuconfig
  5. Escolher as seguintes opções:                                                                     Networking --->
    Wireless --->
    <*> Generic IEEE 802.11 Networking Stack (mac80211)
    Device Drivers --->
    [*] Network device support --->
    Wireless LAN --->
    [*] Wireless LAN (IEEE 802.11)
    <M> Atheros 5xxx wireless cards support
  6. Eu escolhi deixar como módulo pois é mais fácil e prático, fazer depois o carregamento do mesmo, para quem tem placas de norma N deve escolher o módulo ath9k
  7. Gravar, sair, e de seguida: #make; #make modules_install; #cp arch/i386/boot/bzImage /boot/vmlinuz-2.6.27; cp System.map /boot/System.map-2.6.27
  8. Editar o lilo ou grub, adicionar a entrada para este kernel e reiniciar
  9. Depois de reiniciar, verificar se aplaca está detectada fazendo: #iwconfig

Mais informação aqui: Gentoo Atheros 5xxx

 

  • Instalação utilizando Madwifi
  1. Verificar no kernel se as seguintes opções estão seleccionadas:                   Loadable module support                                                                               [*] Enable loadable module support                                                                  [*] Module unloading                                                                                      [*] Automatic kernel module loading                                                         Networking                                                                                                     Wireless                                                                                                           [*] Wireless extensions: enabled
  2. Caso não estejam, seleccionar e compilar o kernel de novo;
  3. De seguida instalar os drivers Madwifi, eu escolhi criar os meus pacotes utilizando para isso os slackbuilds disponíveis (1º madwifi-driver e depois madwifi-tools) em SlackBuilds.org
  4. Também é possível instalar utilizando a source ou através do apt-get, etc. Instruções como instalar através da source aqui.
  5. Após a instalação é preciso inserir o módulo: #modprobe ath_pci
  6. De seguida é só verificar se a placa está detectada com: #iwconfig

 

Esta versão do madwifi funciona para as placas AR242{3,4} com chipsets AR5006* e não para a mais recente AR2425 chipset AR5007, neste caso utilizar o driver Madwifi Hal como descrito aqui

 

  • Instalação utilizando Ndiswrapper
  1. Instalar ndiswrapper, eu mais uma vez utilizei os slackbuilds
  2. De seguida copiar para o nosso computador o driver do Windows da nossa placa, ir buscá-lo ao CD de instalação ou fazer o download aqui
  3. Instalar a placa: #ndiswrapper -i net5211.inf
  4. Carregar o módulo: #modprobe ndiswrapper
  5. Podemos verificar se a placa ficou instalada: #ndiswrapper -l
  6. De seguida verificar a mesma: #iwconfig
  7. Caso já tenhamos uma instalação prévia do Madwifi, convém por o módulo em blacklist: #echo “blacklist ath_pci” | sudo tee -a /etc/modprobe.d/blacklist

Instalação para Linux Mint e utilizando a source

 

Instalação para Ubuntu

 

Instalação para OpenSuse

 

Notas:

  • # indica os comandos que devem ser executados como root;
  • net5211.inf é o ficheiro inf que corresponde à minha placa;
  • os slackbuilds indicados são para o Slackware 12.1

    


publicado por brunomiguelqueiros às 15:29
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Tornar Kde 4.X.X mais ráp...

. KDE 4.3.0 Caizen - Já dis...

. Mapa interactivo do Kerne...

. Bootchart

. Cábulas úteis ou Usefull ...

. Christmans Desktop Moddin...

. Slackware 12.2

. Grubo - Erro 17

. Google Chrome para Linux ...

. [Tutorial] Instalação pla...

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds

.número visitas

.utilizadores ligados

Utilizadores ligados

.Geekness

71% Geek 71% Free Florida Personals

.GoogleTalk

.De onde eles são

IP Geotargeting