Sábado, 29 de Março de 2008

Melhorar o Openoffice

O Openoffice por si já é bastante rápido, mas para quem quiser melhorar ainda o tempo que ele demora a abrir e a funcionar, ficam aqui algumas instruções.

Em qualquer programa do Openoffice (Writer, Calc, Impress, etc), ir ao menu FERRAMENTAS, no final do menu, escolher OPÇÕES, onde diz OpenOffice.org, escolher MEMÓRIA, e colocar os seguintes valores:

Desfazer:
Número de passos = 25
Cache Gráficos
Utilização para OpenOffice.org = 30 MB
Memória por Objecto = 2.0 MB
Remover da memória após: 00:05 hh_mm
Cache para Objectos Inseridos
Número de Objectos = 15
OpenOffice.org Início Rápido (escolher esta opção)

A partir de agora utilizar sempre o Início Rápido (pequeno ícone ao pé das horas) para abrir qualquer aplicação do Openoffice.

Outra opção para quem não utilizar o Openoffice Base é desactivar o Java (Java Runtime Enviroment).

publicado por brunomiguelqueiros às 21:10
link do post | comentar | favorito
|

Openoffice 2.4

Já está disponível a nova versão do Openoffice, a versão 2.4. O Openoffice é uma alternativa grátis ao Microsoft Office, é um conjunto de programas que incluem um processador de texto, gestor de base de dados, folha de cálculo, apresentações electrónicas etc.



Melhoramentos no OpenOffice.org 2.4

"Os utilizadores irão apreciar mudanças como uma impressão mais fácil e a possibilidade de arquivo de documentos em formato PDF/A, uma norma ISO. A fonte padrão é agora DejaVu, que suporta mais idiomas que a anterior BitStream Vera. Os utilizadores de Mac OS X irão apreciar a utilização do player Quicktime e do corrector ortográfico nativos..

O Processador de Texto do OpenOffice.org permite agora uma mais fácil selecção do idioma para correcção ortográfica. E a selecção de texto foi melhorada, tal como a função de 'encontrar e substituir.

Os utilizadores regulares da Folha de Cálculo do OpenOffice.org apreciarão a racionalização da entrada de dados e fórmulas. Outros novos recursos incluem uma função inteligente de “mover e copiar “ para blocos de células, a capacidade de transformar dados em colunas; e melhorias na impressão, filtragem de dados, e no Data Pilot.

Os módulos de Desenho e Apresentação estão mais fáceis de utilizar e têm capacidades de gravação em formato PDF melhoradas. O módulo de Apresentação tem agora uma fascinante gama de transições com efeitos 3D suportados através de uma extensão.

O módulo Gráfico, utilizado em todo OpenOffice.org, continua a evoluir rapidamente. Os novos utilizadores beneficiam de escolhas por omissão mais inteligentes. Os utilizadores avançados têm mais opções que lhes permitem afinar um gráfico exactamente da maneira que pretendem.

A aplicação de Base de Dados suporta agora MS-Access 2007 (ficheiros accdb) , e tem capacidades reforçadas na utilização das bases de dados MySQL, Oracle / JDBC, e HSQL (a BD nativa). O Query Designer também foi melhorado." Fonte



Podem fazer o download da última versão aqui

publicado por brunomiguelqueiros às 19:49
link do post | comentar | favorito
|

Momento Zen do dia

 

É um avião? É um pássaro?

  

 

 

 Não, é uma prof a dar aulas...

  

  

Cartoon de Henrique Monteiro tirado daqui


publicado por brunomiguelqueiros às 15:59
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 23 de Março de 2008

Já começaram as queixas sobre o Vista SP1

O Inforword.com noticia hoje que muitos utilizadores do Windows Vista estão a encher o blog oficial deste sistema operativo com comentários críticos ao lançamento do Service Pack 1. De acordo com a notícia, os utilizadores queixam-se maioritariamente da ainda não disponibilização do Vista SP1 no idioma do seu sistema e da impossibilidade de instalar a actualização devido à existência de vários drivers.

Eu não posso confirmar ou desmentir isto, porque não tenho nem tenciono instalar o Windows Vista. Por isso gostava de saber se alguma destas situações se passou convosco e qual a vossa opinião acerca do primeiro Service Pack do Windows Vista.


FONTE

publicado por brunomiguelqueiros às 23:03
link do post | comentar | favorito
|

Parabéns ao Chefe!

Richard Stallman fez 55 anos




Richard Matthew Stallman, freqüentemente abreviado para "rms" (Manhattan, 16 de março de 1953) é um famoso hacker, fundador do movimento free software, do projeto GNU, e da Free Software Foundation(FSF) ("Fundação para o Software Livre"). Um aclamado programador, seus maiores feitos incluem Emacs (e o GNU Emacs, mais tarde), o GNU C Compiler e o GNU Debugger. É também autor da GNU General Public License (GNU GPL ou GPL), a licença livre mais usada no mundo, que inaugurou o conceito de copyleft.

Desde a metade dos anos 1990, Stallman tem dedicado a maior parte de seu tempo ao ativismo político, defendendo software livre e lutando contra a patente de softwares e a expansão da lei de copyright. O tempo que ainda devota à programação é gasto no GNU Emacs. Ele se sustenta com aproximadamente a metade do que recebe por suas palestras.

Em 1971, ainda calouro na Universidade Harvard - onde se graduou em Física, em 1974 - Stallman era programador do laboratório de IA do MIT e tornou-se um líder na comunidade hacker.


 



publicado por brunomiguelqueiros às 22:39
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 16 de Março de 2008

Produto cancerígeno encontrado em quase todos os champos

 

 

 

Existe um composto quimico, presente em quase todos os champos que é cancerígeno, o

Lauriléter sulfato de sódio, ou laureth sulfato de sódio (SLES), é um detergente e surfactante que faz parte de muitos produtos de higiéne (sabonetes, champôs, pasta dentífrica etc.). É um desengordurante muito eficaz e barato.

 

O SLES  é utilizado em todo o mundo para ensaios clínicos como principal irritante da pele. Laboratórios utilizam-no para provocar irritação cutânea em animais e seres humanos para que possam, em seguida, testar os seus produtos hidratantes para ver a sua eficácia sobre a pele irritada.

Um estudo da Universidade da Georgia Medical College, indicou que o SLS penetra nos olhos, bem como cérebro, coração, fígado, etc,. O estudo também indicou que o SLS penetrou nos olhos das crianças e os impedia de se desenvolverem adequadamente e ainda causou cataratas em adultos.

Pode causar queda de cabelo, atacando o folículo, remove a protecção da pele e provoca erupções e infecções.

É potencialmente prejudicial para a pele e cabelos. Limpa pela corrosão. Seca a pele por remoção da protecção dos lipídos da superfície da pele para que ela não possa regular humidade eficazmente.

 

Para além de champos, este composto também se pode encontrar em pasta dos dentes como a Colgate. Outros produtos que contém este composto são:  Linic, H&S, Nivea Feel Strong, Fructis, Organics, Loreal e Elvive.

 

Um que não tem é o shampo Nive Protein Repair.

 

Mais informação pode ser encontrada aqui, aqui e aqui.


publicado por brunomiguelqueiros às 00:56
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 15 de Março de 2008

E o Word é que é bom?

Um dia destes, tirei um documento da internet, no formato .doc ou seja, um documento criado com o Microsoft Offce, vou abri-lo com o Word 2007 e de repente magia:

 

"Está a tentar abrir um ficheiro criado numa versão anterior do Microsoft Office. A abertura deste tipo de ficheiro está bloqueada nesta versão pela definição de política de registo. "
Mas que raio? Então eu a usar o Word não consigo abrir um documento que foi criado com o mesmo Word, mas simplesmente numa versão anterior? Então e a retro-compatibilidade? E agora?

Resolução

Para resolver este problema, utilize um dos seguintes métodos:
No Word 2007, pode desactivar a restrição. Se desactivar a restrição, poderá abrir documentos que foram guardados numa versão anterior do Word. Para o fazer, siga estes passos:
1. Saia do Word 2007.
2. Clique em Iniciar, clique em Executar, escreva regedit na caixa Abrir e clique em OK.
3. Localize e seleccione a seguinte subchave do registo:
HKEY_CURRENT_USER\Software\Policies\Microsoft\Office\12.0\Word\Security\FileOpenBlock
Nota: esta subchave do registo poderá não existir. Caso não exista, terá de criá-la.
4. Depois de seleccionar a subchave especificada no passo 3, aponte para Novo, no menu Editar, e clique em Valor DWORD.
5. Escreva FilesBeforeVersion e prima ENTER.
6. Clique com o botão direito do rato em FilesBeforeVersion e clique em Modificar.
7. Na caixa Dados do valor, escreva 0 e clique em OK.
8. No menu Ficheiro, clique em Sair para sair do Editor de registo.
Para mais informações sobre como criar, remover ou alterar uma localização fidedigna para os ficheiros, visite o seguinte Web site da Microsoft:
http://office.microsoft.com/en-us/help/HA100319991033.aspx (http://office.microsoft.com/en-us/help/HA100319991033.aspx)
No Word 2003, não existem localizações fidedignas. Pode criar uma localização de excepção para substituir as definições de política de registo. Para criar uma localização de excepção, siga estes passos:
1. Saia do Word 2003.
2. Clique em Iniciar, clique em Executar, escreva regedit na caixa Abrir e clique em OK.
3. Localize e clique para seleccionar uma das seguintes subchaves do registo:
HKEY_CURRENT_USER\Software\Microsoft\Office\11.0\Common

HKEY_CURRENT_USER\Software\Policies\Microsoft\Office\11.0\Common
4. Aponte para Novo no menu Editar e clique em Chave.
5. Escreva OICEExemptions para o nome da chave.
6. Aponte para Novo no menu Editar e clique em Valor da Cadeia.
7. Escreva um nome de cadeia e, em seguida, prima ENTER. Por exemplo, escreva ExemptDirectory.
8. Clique com o botão direito do rato no nome de cadeia que escreveu no passo 7 e clique em Modificar.
9. Na caixa Dados do valor, escreva o caminho do directório que contém o ficheiro e clique em OK.

Nota: tem de criar a pasta. Quaisquer subpastas não são automaticamente excluídas. Para excluir pastas adicionais, repita os passos 6 a 9.
10. No menu Ficheiro, clique em Sair para sair do Editor de Registo.
Contacte o administrador de sistema.
Simples não é? Isto tudo para poder abrir um único ficheiro de texto, solução mais fácil e natural, utilizar o OpenOffice.... E resultou..

publicado por brunomiguelqueiros às 22:57
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Março de 2008

Alvin Toffler comenta o Sistema de Educação actual

Uma visão única de Alvin Toffler e da sua mulher sobre o estado do ensino mundial actual.

 

 

 

 

 

 

DESCRIÇÃO Alvin e Heidi Toffler são dois dos ensaístas mais respeitados do mundo. Em conferência de imprensa explicaram que o sistema de ensino actual está obsoleto.

Fonte


publicado por brunomiguelqueiros às 16:48
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Março de 2008

Futebol: Alijoense confirmou favoritismo com vitória

Desporto

Alijoense, 1 – Abambres, 0

O Abambres tem tido alguma dificuldade em ganhar fora do seu campo como aconteceu com o Alijoense
O Abambres tem tido alguma dificuldade em ganhar fora do seu campo como aconteceu com o Alijoense

O favoritismo do Aljoense para este jogo confirmou-se. A jogar em casa, a equipa de Alijó apenas perdeu uma vez, contra o Vila Real, somando seis vitórias e quatro empates.

Por seu lado, o Abambres tem tido alguma dificuldade em pontuar fora de portas, tendo apenas vencido uma vez, somando três empates e sete derrotas.

Para a 22ª jornada do campeonato da Divisão de Honra da AF de Vila Real, as equipas puderam contar com a ajuda do bom tempo, com o sol a acompanhar as jogadas.

E foi o Abambres quem entrou melhor na partida, atacando com afinco o Alijoense. No entanto, os avançados do clube vila-realense mostravam pouco discernimento na altura do último passe e do remate. À passagem dos primeiros quinze minutos, o Alijoense pareceu acordar para o jogo e sacudiu a pressão, mas os poucos remates acabaram por ditar o empate a zero até ao final dos primeiros 45 minutos.

A segunda parte começou precisamente com um golo. Logo no minuto 46', Durval atira o Alijoense para a frente do marcador. O jogador fez falta sobre Hélio antes de marcar, mas o árbitro nada assinalou. Em contrapartida, o atleta do Abambres, um dos melhores elementos da equipa, acabou por ter de abandonar a partida mais cedo, acusando o toque do adversário.

O jogo tornou-se mais interessante e o Abambres correu atrás do prejuízo, enquanto o Alijoense se esforçava por marcar mais um golo, para assegurar os três pontos.

Mas o jogo acabou sem mais golos.

De referir que o Abambres teve uma tarde azarada, com vários atletas a saírem lesionados. O técnico José Gomes viu-se obrigado a terminar o jogo com dez elementos, por já ter esgotado as substituições.

O Alijoense também terminou a partida com menos um elemento, mas por expulsão directa. Nuno Silva, acabado de entrar na partida, saiu um minuto depois após agressão a um adversário.

Ficha do jogo

Alijoense: Gato, Figueiredo, Fraguito, Mário André, Rivaldo, Carlos Dias, Sérgio, Durval, Guilherme, Tó Mané e Fredy. Substituições: Joel (42’), Bruno Amaral (46’) e Nuno Silva (90’).

Treinador: Carlos Manuel.

Abambres: Fontinha, Cocas, Nuno, Hélio, Valente, Pedro, Pedrinho, Júlio, Rolando, Rómulo e Rodri. Substituições: Tiago Silveira (49), André Coelho (56’) e Tiago Nobrega (75’). Treinador: José Gomes.

 

Por: Sónia Domingues


publicado por brunomiguelqueiros às 19:13
link do post | comentar | favorito
|

Sistema atrasado

 

 

Se já estivesse a funcionar, o sistema de referenciação prometido pelo INEM evitaria a ocorrência de situações deste tipo. Pelo menos no que ao envio de meios mais próximos diz respeito. Anunciada há mais de um ano, a georeferenciação foi desenterrada aquando do caso de Alijó, em que os operadores do CODU tiverem dificuldade em identificar o local para onde encaminhar meios.

O sistema permite identificar automaticamente não só a localização das chamadas de socorro, como os meios mais próximos. No final de Janeiro, a garantia era de que a georreferenciação estaria disponível "muito em breve". O INEM deverá contar ainda com GPS para todas as viaturas de emergência e ambulâncias. Actualmente existe apenas nalgumas delas e, segundo o INEM, "fora dos grandes centros urbanos". Para o presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, o GPS é um "instrumento de grande importância para a localização rápida do local de uma ocorrência".

 

Fonte

 

Aprenda mais sobre o GPS


publicado por brunomiguelqueiros às 19:11
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Resposta a Maite Proenca

. We can a portuguesa!

. Alvo completo - Sabrosa

. Ora venha de lá esse voti...

. Slackware -Current e o no...

. Tornar Kde 4.X.X mais ráp...

. Frases

. Funcionamento do Google S...

. Momento Zen do dia

. Gnome 3

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds

.número visitas

.utilizadores ligados

Utilizadores ligados

.Geekness

71% Geek 71% Free Florida Personals

.GoogleTalk

.De onde eles são

IP Geotargeting